sábado, 20 de outubro de 2007

Olhos Castanhos

Ele então me deixou, partiu.
E junto com ele deixei toda minha vida:
Minhas risadas realmente alegres,
meus sorrisos verdadeiros
,meu sono, minha fome, meu luar.
Meus pensamentos que não eram nele.
Minha capacidade de me concentrar
Em qualquer coisa que não aquela cena
de nossos olhos se abrindo juntos,
lentamente,
e seus olhos castanhos dançando na minha frente.
Seus olhos castanhos sorrindo enquanto olham nos meus.

Mas você foi embora, nunca mais voltou.
E continuo lá, olhando seus olhos castanhos
pois estes estão em todo lugar:
no silêncio do meu quarto,
na bagunça de uma sala de aula.
Seus olhos castanhos continuam me olhando,
foi o que me deixou como recordação.

E agora quando te vejo,
não sorri mais
Nem você nem seus lindos olhos castanhos.
E quando me vê? Corre.
Você corre, e leva contigo meus olhos castanhos.
Corre por quê, meu bem?
Eu não corro atrás,
não consigo te acompanhar.
Ele está fugindo de novo,
Ele corre pra nunca mais voltar.
Eu fico aqui, e tudo que tenho
são seus lindos olhos castanhos.
Que agora choram,choram de solidão.
Apenas seus olhos castanhos.

Um comentário:

Thai :* disse...

eu já disse que me identifico demais com seus textos? pois é.