quinta-feira, 23 de julho de 2009

Os cientistas afirmarão que somos,
apenas,
orgânicos.
Dirão, então, que somos pedaços de carne
a apodrecer, somente.
Então, especialistas,
me expliquem a poesia!
me expliquem a levitação da bailarina!
me expliquem a magia (não as ilusões magicistas, mas a magia de um sentimento puro)!
Lhes imploro: alguém me explique, organicamente, a existência do amor!

Por favor, não me falem em química: amor não é hormônio.
Não citem a genética: não existe amor pré-receitado dentro das células.
Não digam que são instintos: meus gatos, completamente instintivos, não amam!

Quando puderem explicar,
- com ciência e sem balelas -
como o amor acontece,
eu jogo fora meu caderno de poesias inacabadas
e vou estudar biologia.

Um comentário:

Gu disse...

pra mim, o seu melhor texto :D