quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Querido,

por favor, me desculpe. Por favor, eu não quis te magoar. Eu gosto tanto de você que não consigo sequer lidar com a sua chateação. É a você que eu quero, mais do que qualquer pessoa no mundo. Por você, eu abriria mão de qualqer motivação, abriria mão de tudo, porque te amo. Mas essa noite você se manteve tão longe de mim... você virou para o outro lado e eu achei que tinha encontrado alguém mais interessante que eu... meu amor, senti tanto medo! Fui fraca, me senti tão impotente, passei o tempo pensando que queria que fosse você ao meu lado, só você... Por que agi como foi? Insegurança... Me perdoe, por favor não desista de mim, por favor não conclua que eu não valho a pena, por favor...

Um comentário:

Thais disse...

Acho que eu já disse, mas seus textos dizem tudo que eu queria dizer :)