sábado, 29 de agosto de 2009

Gente

Parada no semáforo, apenas espiei pela janela do ônibus: Por que esses carros correm tanto, aos montes, procurando um lugar para se esconder? Quem disse que todos deveriam sair de casa? Só porque é sexta feira? O que pensam todas essas pessoas? Aonde alojam-se os pensamentos, quando estão ociosos? Será que existe alguém que, nesse instante, olha pela janela de um ônibus lotado, assim como eu, e, assim como eu, se pergunta as mesmas coisas? Evito o olhar das pessoas aqui: e se dois olhares se cruzassem? Como lidar com esse segundo? Ficará eternamente guardado numa pasta, ou me esquecerei no segundo seguinte? Aonde vão essas pessoas se aguentando no mesmo ônibus que eu? Quais serão suas preocupações? De onde vieram? O sinal abre: o ônibus volta a chacoalhar e eu, eu continuo divagando.

Um comentário:

Gu disse...

eu tenho as MESMAS divagações! hahaha

texto lindo Jú :)