terça-feira, 2 de março de 2010

E, afinal, os vazios nem sempre devem ser preenchidos!

Um comentário: