quarta-feira, 28 de outubro de 2009

o que eu não consegui falar

... e talvez no ano que vem eu não possa estar aqui, o que me desespera um pouco. Eu sinto medo de não viver esse momento novamente, não dentro desse lugar que é o meu mundo, o meu motivo. Eu sinto medo de, no ano que vem, não aguentar a barra e ter de desistir da minha maior paixão, desistir do lugar que pertenço, desistir dessa roda e dessas lágrimas e do cansaço e do caos de estar aqui. Pode parecer paradoxal, mas em cima desse palco é o lugar em que me sinto mais segura, apesar da plateia esperando, apesar de todos os erros, apesar de tudo poder dar errado, esse é o meu lugar. Não qualquer outro palco, não qualquer outra plateia. É por isso que estou chorando tanto agora: sinto medo de não conseguir seguir em frente.

Um comentário:

Película Protetora disse...

faz o seguinte: atrase os ponteiros.