quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Homem-metáfora

Você é uma metáfora
Daquelas que só professor de português encherga.
Daquelas que só fazem sentindo para o próprio autor.
A sua história comigo é uma metáfora,
daquelas que fazem a gente acreditar em destino.
Daquelas que fazem acreditar que até deus é plausível.

Porque quando eu admiti que estava apaixonada por você
(e nem te disse isso!
Você veio até mim,
de braços abertos, de peito aberto.
E parece que todas as linhas do tal do destino
se escreviam pra nós dois.
Voltei nos registros e me encontrei falando
que o que eu sentia por você me impedia de ver outras pessoas. Outras possibilidades.
E no dia seguinte você me beijou.

Você é uma metáfora.
Daquelas que sorriem e conversam,
e riem e choram e sentem.
Você é uma metáfora.
A metáfora que eu me apaixonei.

Um comentário:

Thai :* disse...

amei demais esse.